1. Home
  2. Destinos
  3. Pontos turísticos
  4. BA
  5. Salvador
  6. Praça da Sé - Salvador - BA

Praça da Sé - Salvador - BA

  1. Ônibus para Salvador-BA (Terminal Rodoviário de Salvador) 4.9km de Praça da Sé - Salvador - BA

Pontos de embarque proximos a Praça da Sé

Posto Mataripe - Avenida Antônio Carlos Magalhães, 4322 - Pernambués (4.8km)
Salvador-BA (Terminal Rodoviário de Salvador) - Avenida Antônio Carlos Magalhães, 4362 - Pituba (4.9km)
Posto Chaminé - R. Marquês de Monte Santo, 299 - Rio Vermelho (5.3km)
Shopping Paralela - Avenida Luís Viana Filho, 8544 - Patamares (13.3km)

Sobre Praça da Sé

Praça da Sé é um logradouro público no Centro Histórico de Salvador, capital do estado brasileiro da Bahia. Surgiu na década de 1930 em razão da demolição da antiga Sé da Bahia, a qual deu origem ao nome da praça, e de alguns outros prédios coloniais. Na década de 50, funcionou como terminal rodoviário até ser construído o Terminal da Lapa.

Da Cidade Baixa, a praça é acessada pelo Plano Inclinado Gonçalves via a pequena praça Ramos de Queiroz. Além desta pequena praça, comunica-se com a praça da Cruz Caída (ou Belvedere da Sé, e parte da praça da Sé), com o Terreiro de Jesus e, pela rua da Misericórdia, com a Praça Tomé de Sousa (onde estão a Prefeitura, o Palácio da Aclamação e o Elevador Lacerda). A praça é endereço do Memorial das Baianas, Palácio da Sé (antiga sede da Arquidiocese de São Salvador da Bahia), do Museu de Energia, do Cine Excelsior, dos edifícios Ranulfo Oliveira e Themis, como também abriga monumentos, como os dedicados a Zumbi dos Palmares e Pero Fernandes Sardinha, a Cruz Caída e uma fonte luminosa.

Seu entorno constituiu a primeira freguesia criada pela colonização portuguesa em Salvador em 1552, sob o nome de Sé ou Salvador. Em 1960, foi delimitado o subdistrito da Sé dentro do distrito homônimo ao município de Salvador, dentro da zona urbana desse município e sem ser dividido em bairros, limitando-se com os subdistritos da Conceição da Praia, do Passo, de Nazaré, de Santana e de São Pedro (do norte ao oeste, em sentido horário). Tal divisão ficou ultrapassada sem atualizações por mais de cinco décadas, até que em 2017 Salvador foi dividida em mais de uma centena e meia de bairros e a lei de 1960 foi revogada, deixando de existir os subdistritos antes previstos, inclusive o da Sé.

Perguntas frequentes