Ponte com Ônibus da Buser andando

Melhores pontos turísticos em Campina Grande - PB

Teatro Facisa, Paróquia Nossa Senhora do Rosário, Museu de Arte Popular da Paraíba, entre outros. Dicas sobre melhores pontos turísticos em Campina Grande - PB.

Museu de Arte Popular da Paraíba

O Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP), também conhecido como Museu dos Três Pandeiros, está localizado às margens do Açude Velho na cidade brasileira de Campina Grande, estado da Paraíba. Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, sendo sua última obra, o museu faz parte da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Foi inaugurado no dia 13 de dezembro de 2012.[ Aberto ao público desde o dia 10 de junho de 2014, o museu acolhe trabalhos dos mais talentosos artistas paraibanos, como Sivuca, Jackson do Pandeiro, Marinês, Elba Ramalho, entre outros. Cada uma das três estruturas circulares remete a um determinado gênero de arte.

MAPP é um complexo de exposição e de captação de acervo documental da música, do artesanato, da cantoria, da literatura de cordel e da xilogravura, em Campina Grande. Dispondo como premissas criar, valorizar e salvaguardar a cultura popular da Paraíba, o Museu teve suas obras concluídas em dezembro de 2012, por meio de sua gestora, a UEPB. Mais que espaço contemplativo, ancorado às margens do Açude Velho, também é chamado pela população de "Museu dos Três Pandeiros", por conta da sua forma, configura-se como um centro de estudos e documentação da cultura nordestina, especialmente a paraibana.

Assim, a Universidade, que possui como meta o ensino, a pesquisa e a extensão, tem no Museu a convergência desses valores, através do envolvimento de professores, estudantes e da comunidade, com programas que atendem estudos relacionados às várias faces da cultura popular. Daí a decisão em estender as ações além das artes manuais, incorporando à sua atividade a música e a literatura, nos diferentes aspectos da sua economia material e imaterial, apresentadas em exposições, publicações, cursos e encontros, práticas e experiências, num espaço de bela e instigante arquitetura, que emociona e presenteia o olhar de quem o frequenta.

Localizado sobre uma praça, o Museu enfeita uma borda do Açude e teve sua arquitetura pensada de modo a não prejudicar a visão do espelho d'água. Composto por três edificações suspensas, a leveza do conjunto destaca sua plasticidade e funciona como uma escultura que pode ser contemplada de todo o perímetro do Açude. Os blocos cilíndricos envidraçados são ligados por uma plataforma e das diversas partes da edificação podem ser admirados tanto o maior cartão-postal da cidade quanto seu entorno, o que compõe uma atração a mais para o visitante. 

Ver rotas de ônibus para Museu de Arte Popular da Paraíba

Açude Velho

O Açude Velho é um corpo hídrico localizado no centro da cidade de Campina Grande, no estado da Paraíba. Foi inicialmente uma fonte de abastecimento de água para Campina Grande e região. Depois, quando a cidade passou a ter abastecimento encanado de água, sua finalidade inicial se perdeu, e hoje é um cartão postal e patrimônio histórico da cidade. É às suas margens que está localizado o Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

Ver rotas de ônibus para Açude Velho

Vila do Artesão

A Vila do Artesão foi construído na gestão do então prefeito Veneziano Vital do Rêgo Neto. É um complexo com 77 lojas, 04 restaurantes, 04 lanchonetes e 06 galpões, onde, mais de trezentos artesãos e artesãs produzem e comercializam seus produtos.

Ver rotas de ônibus para Vila do Artesão

Teatro Municipal Severino Cabral

O Teatro Municipal Severino Cabral está localizado na cidade brasileira de Campina Grande, estado da Paraíba. É considerado um ícone cultural, e um dos símbolos da cidade de Campina Grande, sendo sede de diversos eventos e palestras na cidade.

Ver rotas de ônibus para Teatro Municipal Severino Cabral

Museu do Algodão

O Museu de História e Tecnologia do Algodão ou simplesmente Museu do Algodão é um museu situado na cidade paraibana de Campina Grande que visa principalmente guardar a memória da cultura do algodão no estado da Paraíba. É localizado no prédio onde funcionava a velha estação ferroviária de Campina Grande, inaugurada em 1907. O museu, por sua vez, foi inaugurado em 30 de outubro de 1908

O acervo do museu é composto por fotos antigas da época, além de objetos históricos como uma grande máquina de calcular da década de 20, uma máquina que "trincava" os bilhetes de trem, um arado, uma descaroçadora, um fiador, uma meadeira, uma grande régua que media a altura dos pés, uma máquina de costura, uma vitrola a manivela, uma retorcedeira, entre outros objetos antigos.

Em 2001, o museu passou por um processo de restauração e de expansão do acervo, que só foi possível devido a um empréstimo de equipamentos e máquinas feito com a EMBRAPA – Setor Algodão (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

Ver rotas de ônibus para Museu do Algodão